15 de set de 2015

PROCESSO 180/2015:

.: Para entender o caso:

ESTÁ SENDO DENUNCIADA PELA PROCURADORIA A ATLETA DA EQUIPE PARACURU ATLÉTICO CLUBE, SR. DAMARIA RIBEIRO DE OLIVEIRA; CONSTA NA SÚMULA QUE POR VOLTA DOS 30’ DO 2° TEMPO, A ATLETA DENUNCIADA RECEBEU CARTÃO VERMELHO EM RAZÃO DE REALIZAR RECLAMAÇÕES INJUSTIFICADA CONTRA A ARBITRAGEM. AINDA ASSIM A DENUNCIADA DIRIGIU-SE AO ARBITRO DENEGRINDO-LHE A IMAGEM COM OFENSAS. PELO QUE FOI ENQUADRADO NO ARTIGO 243-F, §1°, DO CBJD.

PALAVRA DADA AO RELATOR DR. FRANKLIN CRUZ PARA PROFERIR RELATÓRIO.

PALAVRA DADA A PROCURADORIA QUE RATIFICA A DENUNCIA NA INTEGRA.

PALAVRA DADA AO DEFENSOR DR. EDISON MOURÃO QUE INICIA A DEFESA DO DENUNCIADO. HONORÁRIOS ARBITRADOS EM R$ 100,00 POR DENUNCIADO.

PALAVRA DADA AO RELATOR DR FRANKLIN CRUZ PARA PROFERIR O VOTO E,

 PALAVRA DADA AO AUDITOR DR. EDÉSIO DO NASCIMENTO PROFERIR O VOTO;

PALAVRA DADA AO AUDITOR PRESIDENTE DR. JORGE PARENTE PARA PROFERIR O VOTO E, 

RESULTADO DE JULGAMENTO:

POR MAIORIA DE VOTOS A ATLETA DA EQUIPE PARACURU ATLÉTICO CLUBE, SR. DAMARIA RIBEIRO DE OLIVEIRA, TEVE SUA DENÚNCIA DESCLASSIFICADA DO ARTIGO 243-F, § 1 º, DO CBJD, PARA 258, DO CBJD, E FOI APENADA EM 02 (DUAS) PARTIDAS DE SUSPENSÃO. SENDO REDUZIDA PARA 01 (UMA) PARTIDA DE SUSPENSÃO COM BASE NO ARTIGO 182, DO CBJD.